Foto: reprodução

 

O governador Romeu Zema (Novo) anunciou que Belo Horizonte e 70% do Estado saíram da Onda Roxa do Minas Consciente e regrediram para a Onda Vermelha. Publicada na edição desta sexta-feira (16/4) do Diário Oficial do estado, a nova medida significa um pouco menos de restrições para comerciantes de diferentes setores.

Apesar da flexibilização, Zema alertou que o momento ainda é de cautela. “É uma evolução muito grande, mas estamos longe de termos conforto, ainda temos um sistema hospitalar que opera com carga pesada. Temos que lembrar que precisamos continuar tomando os cuidados”, disse o governador.

Em contrapartida, as cidades podem ou não aderir ao prgrama Minas Consciente e reabrir parte dos estabelecimentos inoperantes desde o início de março. Já em Belo Horizonte, o sinal de flexibilização é incerto. A PBH já sinalizou que ainda não sabe como proceder quanto a mais liberdade.

Em reunião com o Comitê de Combate a Covid-19, Kalil demonstrou grande preocupação com a quantidade de medicamentos presentes na capital. Mesmo com os três indicadores do coronavírus em queda, o prefeito pode manter a cidade fechada mais alguns dias para evitar um colapso no sistema de saúde por falta de insumos, como ocorreu em Manaus (AM), em janeiro. aoidfjaoidn