Foto: CMBH

 

De acordo com a portaria 52/2021, publicada no sábado (24/04) pela BHTrans no Diário Oficial do Município, uma nova ação irá avaliar os ônibus do transporte público e conceder notas a eles conforme seu desempenho. Ônibus lotados e que não tenham e que não atendam a demanda durante a pandemia irão receber nota ruim.

Tudo começou quando entrou em ação imediatamente o chamado Índice de Desempenho Operacional (IDO), formatado pela empresa para medir a qualidade do desempenho de cada concessionária ônibus, tendo em vista avaliar a suficiência na prestação dos serviços. O resultado desta avaliação será exposto para conhecimento da população.

A medida será tomada poucos dias após o prefeito Alexandre Kalil (PHS), questionar a superlotação dos ônibus. É muito estranho os ônibus estarem lotados. O transporte coletivo não pode estar como está. Ou é falta de integração da fiscalização ou são esses trabalhadores que estão em prédios, invisíveis”, disse Kalil em entrevista coletiva.

Kalil ainda defendeu que “ônibus lotado não é causa de Covid” e confirmou que recebeu informações de um relatório apontando que profissionais da limpeza são os mais infectados pelo vírus. Mesmo fora do risco aparente, conforme o relatório mencionado pelo prefeito, os ônibus da capital e do transporte intermunicipal seguem abarrotados. Veja o vídeo: