Empresas interessadas em oferecer serviços de táxi em Belo Horizonte terão uma oportunidade de conseguir uma placa. A BHTrans laçou uma licitação que oferece 600 vagas para o seguimento. A partir de hoje, está aberta a corrida para  se adquirir uma frota de táxi.

Foto: Ruhan Carlos Botelho

Foto: Ruhan Carlos Botelho

Todas permissões serão válidas por 25 anos com a possibilidade de prorrogar a validade. Das 600 vagas, 400 serão direcionadas a veículos de luxo e 200 a carros comuns. 40 empresas serão selecionadas e cada uma poderá operar com 15 placas, sendo 10 luxuosas e 5 convencionais.

Cada uma das selecionadas terão de pagar R$ 425 mil para aquisição da placa. O valor poderá ser parcelado em até 48 vezes. Essa estratégia da BHTrans é para modernizar o serviço de táxi e torna-lo competitivo aos aplicativos de transporte, tal como o UBER. Atualmente, BH conta com cerca de 7 mil táxis nas ruas. Deste número, apenas 76 são do modelo especial.

 

Confira os dados do sistema de táxi em BH:
Frota: 7.131
Idade média da frota: 2,2 anos
Permissionários: 6.674
Condutores auxiliares: 6.213
Total de taxistas: 12.887
Placas especiais: 76
Táxi acessível: 60
Táxi-lotação: 113 (13 na Avenida do Contorno e 100 na Avenida Afonso Pena)
Valor da bandeirada: R$ 4,70
Km bandeira 1: R$ 2,94
Km bandeira 2: R$ 3,53
Hora parada: R$ 26,23
Valor táxi-lotação: R$ 4,05
Municípios conveniados: Ibirité, Ribeirão das Neves, Contagem e Sabará