A Faculdade de Medicina da UFMG realizar a exposição “Amamentação, esboço da vida: uma visão artística do aleitamento materno”. A mostra apresenta esculturas que captam o aleitamento sob o ponto de vista de diversas culturas, e imagens que buscam recuperar a história da amamentação através da arte e faz menção a comemoração a semana nacional da amamentação, com início no dia 01 de agosto. A organização é por conta do Departamento de Pediatria, Nescon, Cememor e Assessoria de Comunicação Social da Faculdade de Medicina.

As obras estarão expostas no saguão principal e Corredor da Memória da Faculdade de Medicina da UFMG, na Avenida Alfredo Balena, 190, Centro de Belo Horizonte, e ficará até o dia 12 de agosto. A Exposição é dividida em duas partes, Esculturas e Imagens, a primeira apresenta 37 esculturas reunidas pelo professor do Departamento de Pediatria e diretor do Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da Faculdade (Nescon), Edison Corrêa. Adquiridas, em sua maioria, a partir de viagens do pediatra pelo Brasil e pelo mundo, elas revelam o ato de amamentar sob a ótica de diferentes culturas, como no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, e em uma comunidade africana.

Já na segunda parte, Imagens, a mostra é composta por 24 obras de arte que retratam a amamentação em diversos contextos sociais e históricos, foi organizada pela professora do Departamento de Pediatria da Faculdade, Maria Albertina Santiago. Através da interpretação artística do ato de aleitar, o objetivo é que essas imagens sensibilizem o público para a beleza e a naturalidade desta prática tão importante para a saúde de mães e filhos. A professora ainda ressalta que a representação artística das obras varia de acordo com o estilo do pintor e os períodos da história da arte, retratando os costumes e a importância da criança e da mulher no contexto familiar e social da época em que foram feitas.

 

%d blogueiros gostam disto: