Até o dia 30 de outubro o Parque Municipal de Belo Horizonte recebe a mostra fotográfica Conjunto Moderno da Pampulha. Quem passar pelo Parque vai se deparar com exposições que reúne 40 imagens do fotógrafo Marcílio Gazzinelli e estão fixadas nas grades da entrada do parque no centro de BH.

São belas imagens que mostram o nosso cartão postal, que é Patrimônio da Humanidade, em vários ângulos, durante o dia e a noite (foto: divulgação).

São belas imagens que mostram o nosso cartão postal, que é Patrimônio da Humanidade, em vários ângulos, durante o dia e a noite (foto: divulgação).

As imagens aéreas e terrestres apresentam quatro pontos do conjunto moderno da Pampulha: a Igreja São Francisco de Assis, o Museu de Arte da Pampulha, a Casa do Baile e o Iate Golfe Clube. Em todas as fotografias, a Lagoa da Pampulha está presente.

A ideia da mostra é destacar os aspectos arquitetônicos das obras de Oscar Niemeyer, o paisagismo de Burle Marx e o talento de Cândido Portinari. “A exposição foi concebida para ser apresentada em um espaço de grande circulação e heterogeneidade de público, por isso escolhemos o gradil do Parque Municipal”, explica o presidente da Fundação Municipal de Cultura Leônidas Oliveira.

No último dia 17 de julho, a Pampulha se tornou Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Cultura, Ciência e Educação (Unesco), em uma cerimônia realizada em Istambul, na Turquia.

 

 

%d blogueiros gostam disto: