O Aedes Aegypty é o grande vilão de toda a história (foto: divulgação).

O Aedes Aegypty é o grande vilão de toda a história (foto: divulgação).

Postos de saúde lotados. Hospitais privados fechando as portas. Pessoas deixando de buscar por tratamento por terem que ficar em grandes filas de esperas. Essa é a nuvem negra que a dengue tem deixado sobre Belo Horizonte em 2019. Até o momento, são mais de 160 mil casos suspeitos da doença.

Em vista desse caos na saúde, o secretário Municipal de Saúde de Belo Horizonte, Jackson Machado, disse que o exército brasileiro deverá vir reforçar o combate a doença já nesta semana. E ajuda é uma coisa que Belo Horizonte precisa muito. Afinal, já são 7.764 casos confirmados, de acordo com último boletim da Secretaria de Estado de Saúde.

“Disponibilizou-se o efetivo do Exército para nos ajudar com o serviço administrativo nos centros de atenção à dengue, de atendimento à dengue e nas upas de Belo Horizonte. Então esse pessoal vai folgar, o pessoal específico da medicina, os enfermeiros, os médicos”, disse o secretário.

%d blogueiros gostam disto: