Foto: Isabela Senatore.

Foto: Isabela Senatore.

Nos dias 9 e 10 de maio, às 20h30, na Sala Minas Gerais, a Filarmônica de Minas Gerais se une à pianista brasileira Sonia Rubinsky para interpretar Aurora, obra do compositor Almeida Prado. Contrapõem-se a ela obras do período clássico, como a Sinfonia nº 6 em Ré maior, “A manhã” e a Sinfonia nº 8 em Sol maior, “A noite”, de Haydn, e Noturno em Si maior, op. 40, de Dvorák, neste concerto que traz diferentes olhares sobre a passagem de um dia. A regência é do maestro Fabio Mechetti.

Antes das apresentações, entre 19h30 e 20h, o público poderá assistir aos Concertos Comentados. O convidado desta semana é o maestro e professor Arnon Oliveira. As palestras são gravadas em áudio e ficam disponíveis no site da Orquestra.

No mês de maio, a Filarmônica de Minas Gerais grava sua segunda participação no projeto “Brasil em Concerto”: obras do compositor Almeida Prado com a pianista Sonia Rubinsky. É bom lembrar que mais de 90 músicos integram o corpo completo da Instituição.

%d blogueiros gostam disto: