O jacaré da Pampulha existe mesmo (foto: reprodução/instagram).

Eles fazem sucesso até no Instagram (foto: reprodução/instagram).

Quem se lembra de quando um jacaré saiu da Lagoa da Pampulha, atravessou a Igrejinha de São Francisco, e caminhou pela avenida Otacílio Negrão assustando todos que buscavam por lazer na orla mais famosa de BH? Desde então, esse jacaré tem rendido histórias, imagens e também preocupação para a PBH.

A novidade é que ele não é um só. São vários na verdade. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente decidiu realizar um censo para catalogar quantos da espécie habitam os arredores da Lagoa. Segundo o resultado parcial do documento, até o momento são 16 animais vivendo lá.

Porém, esse número ainda pode aumentar. Isso porque o trabalho de pesquisa ainda deve ir até o final do mês do mês de junho. Além de saber quantos são, o trabalho pretende identificar  a idade dos animais, os locais de reprodução, se há interação dos répteis com outros animais da lagoa e com o ecossistema e sua espécie.

%d blogueiros gostam disto: