Você está aqui
Início > ENTREVISTAS > Começa a corrida pelo Miss Brasil Plus Size Oficial

Começa a corrida pelo Miss Brasil Plus Size Oficial

Não existem fronteiras para o sonho de ser miss. Nem mesmo quanto ao estereótipo do corpo perfeito, de alta estatura, torneado por músculos e sem nenhuma gordura. No dia 22 de novembro, em São José do Rio Preto, em São Paulo, acontecerá o concurso de Miss Brasil Plus Size Original, adaptado para mulheres com o manequim acima de 44. Minas Gerais estará muito bem representado por Luciana Leal, eleita Miss Minas Gerais Plus Size Sênior em 2018.

Em 2018, quando foi coroada, Luciana ainda não sabia que seu caminho a seguir seria de muito trabalho. Ela nem sempre sonhou em modelar, mas com o título mineiro pode observar que poderia ir longe. De lá para cá também foi coroada a Primeira Plus Fight Girl do Brasil, título de garota da lua adorado por centenas de praticantes e simpatizantes do esporte no país.

Luciana recebendo a coroa de sua antecessora, Amanda Barros:

“Luciana é uma grande modelo. Minas Gerais está muito bem representada com ela na categoria Sênior e ela tem chances enormes de trazer esse título para nosso Estado. Não tinha outra pessoa melhor para eu entregar a coroa! Estou na torcida e quero vê-la brilhando muito daqui para frente”, comenta Amanda Barros, Miss Minas Gerais Plus Size em 2017, concurso que antecedeu o de Luciana.

Cerca de 30 mulheres de todo o Brasil disputam a coroa e faixa no concurso em 2019. Serão duas categorias, a de até 35 anos e a categoria Sênior – para mulheres acima dos 35 anos. Luciana competirá na categoria Sênior. Para ela, estar acima do peso não é nenhum problema. Pelo contrário, a modelo está muito confortável e até rebate críticas de pessoas que dizem que ela não merece o título porque “não é gorda”.

“Toda gorda é Plus Size sim, mas nem toda Plus Size é gorda. Sou a Miss Minas Gerais Plus Size Sênior Oficial 2018 sim. Pois meu manequim é 46”, esclarece. Luciana confessa que muitas pessoas não aceitam que ela se assuma como plus size porque seu corpo não tem as mesmas medidas de algumas das outras concorrentes. uma inverdade, visto que para ser considerada plus, o mínimo do manequim é 44, dois números a menos do que o atual de Luciana.

Agora Luciana está focada no concurso em São José do Rio Preto, se preparando para trazer a coroa para Minas Gerias e com a lição de que mulheres plus que são mães, acima dos 40 precisam valorizar sua beleza pessoal. Conversamos um pouquinho Luciana e ela nos contou sobre carreira, sonhos, metas e pontos de vista. Veja só a entrevista!

Ícaro Ambrósio Pergunta para Luciana Leal

Foto: arquivo pessoal.
Foto: arquivo pessoal.

O que você sentiu quando venceu o Miss Minas Gerais Plus Size na categoria Sênior, em 2018?
Para mim foi uma grande surpresa, afinal um Estado com tantas mulheres belas e eu ter sido eleita para representá-las foi simplesmente sensacional.

Após a vitória, seus objetivos na vida mudaram?
Pensava em desistir da minha carreira de modelo por ser um mercado tão difícil, mas com este título foi reacendido o meu grande sonho de viver exclusivamente desta profissão.

Você sempre sonhou em ser modelo?
Não! Comecei a modelar depois de janeiro de 2012, quando passei por uma fase em minha vida que aconteceram muitas coisas.

Agora você irá disputar o Miss Brasil Plus Size Oficial. Como está o seu preparo?
Bom, estou cuidado mais do meu corpo, pele, alimentação e também do meu emocional porque não adianta apenas o externo estar bem tenho que estar internamente bem para o resto fluir.

Quais efeitos o Miss Brasil Plus Size Oficial pode gerar à sua carreira?
Bom, acho que dará um up na minha carreira de modelo.

Como é clima atrás das cortinas, minutos antes do desfile?
Apesar de ser modelo há 6 anos e já ter desfilado para várias marcas e eventos, em todo desfile a emoção é como estivesse entrando na passarela pela primeira vez. O frio na barriga acho que será eterno.

Durante a competição, quais os detalhes que podem contribuir ou atrapalhar para a vitória?
Em um concurso deste o emocional é o primordial. Afinal é um concurso que todas querem ganhar e estando internamente bem o resto todo flui positivamente.

Antes de subir na passarela, você sofreu algum tipo de preconceito?
Sempre! Afinal apesar de não me achar fora dos padrões, mesmo porque não há padrões; não tenho, nunca tive e nunca terei o corpo que para grande parte da população acha que seria o ideal.

O que você diria para as jovens garotas que se sentem oprimidas pelo fato de estarem acima do peso, mas que sonham em ser misses?
Quero que elas saibam e acreditem que antes de gostar de qualquer pessoa temos que gostar de nós mesmas. Afinal quando nos amamos e nos aceitamos, tudo tende a dar certo. Não devemos preocupar com o quê as pessoas acham ou não, para mim a única pessoa que preocupo realmente com o que irá pensar de mim é Deus e Ele não preocupa com físico e sim preocupa com o caráter.

Se você vencer o Miss Brasil Plus Size Oficial, qual seu próximo passo?
Mostrar para todas as mulheres que mesmo aos 40 anos, sendo mãe e não entrando na maioria das roupas das lojas podemos nos amar e podemos chegar aonde nós sempre sonhamos. Padrões estão na cabeça das pessoas que infelizmente não se aceitam e querem que as pessoas sejam assim.  Seja você! Afinal somos únicas em um país de uma diversidade de biótipo. Se ame, se aceite pois sendo assim as coisas acontecem. Sou Gorda sim, mas infeliz nunca.

Siga Luciana no Instagram:

Ícaro Ambrósio
Vou vivendo como sou e vou sendo como posso: jornalista e diretor do site O Contorno de BH.

Deixe uma resposta

Top