Você está aqui
Início > EM MINAS > Pedro Leopoldo celebra o Dia Mundial da Gentileza

Pedro Leopoldo celebra o Dia Mundial da Gentileza

Você já reparou que a distração e a pressa são muitas vezes desculpa para não se praticar a gentileza? Às vezes parece mais fácil enxergar quem não precisa de ajuda ou deixar para depois o que pode ser mudado hoje. E é pensando nestes detalhes que a cidade de Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte receberá uma série de atividades de conscientização do Projeto Gentileza, no Dia Mundial da Gentileza, celebrado no próximo dia 13 de novembro, conforme anuncia a Fundação Cultural Chico Xavier.

Para a data, estão previstas a realização de intervenções pedagógicas sobre a importância da gentileza nas escolas particulares e nas 30 escolas da rede municipal de ensino e nas unidades do CEMAIS (Centro Municipal de Apoio a Infância) durante o segundo horário letivo de cada turno, respectivamente às 8h, 14h e 18h.

Já no principal ponto de encontro da cidade, a rodoviária, uma mobilização com a participação de voluntários de todas as idades vai se transformar em um mutirão de conscientização sobre a gentileza urbana e preservação. “Para esta ação toda a comunidade é convidada a participar trazendo de casa uma vassoura e um saco plástico e nos ajudando a estimular a necessidade da população de Pedro Leopoldo a também cuidar dos espaços públicos. É nosso dever também manter limpo e preservar pelos espaços comuns”, explica Viviane Toledo, da Rede Comunitária em Ação (RECOA).

Ainda segundo Viviane, todo o lixo que será retirado das imediações da rodoviária e alguns trechos do Centro da cidade, evitará que chegue ao Ribeirão da Mata, que é alvo de descarte de lixo por parte da população ao longo de todo o ano. “A gentileza urbana é fruto da união de uma comunidade consciente e de valores. Este é o desafio para muitas cidades brasileiras”, pontua.

Durante o mutirão, pessoas que estiverem circulando pela rodoviária poderão conferir uma apresentação artística do grupo Guardiões da Reciclagem, que é composto por crianças a partir de 9 anos e assistidas pelas iniciativas sociais ONG Lagoa Viva e RECOA.

Para Jhon Harley Marques, Diretor Presidente da Fundação Cultural Chico Xavier, ações individuais e coletivas podem estimular uma “onda” de gentileza melhorando a qualidade de vida da cidade. “O prazer em ser gentil faz a pessoa abrir portas, estreitar relações, construir uma sociedade mais justa, fraterna, pacífica e o melhor de tudo: não custa absolutamente nada para ninguém”, enfatiza.

Ainda segundo a Fundação, as ações não restringem somente à cidade de Pedro Leopoldo, mas o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, local no qual funciona um dos projetos da Fundação Cultural Chico Xavier, o Yogamers do Bem, também participará da campanha. Em um dos saguões do aeroporto será exposto um painel para que possam escrever sobre a gentileza. Enquanto isso, as crianças que fazem parte da ação Yogamers do Bem vão distribuir panfletos para sensibilizar o público sobre o “ser gentil”.

Ícaro Ambrósio
Vou vivendo como sou e vou sendo como posso: jornalista e diretor do site O Contorno de BH.

Deixe uma resposta

Top