Você está aqui
Início > COLUNAS > Nosso roteiro no Japão

Nosso roteiro no Japão

Foto: Google Maps.
Foto: Google Maps.

Faltam 8 meses para nossa viagem para o Japão e a ansiedade já é grande. Além disso, está crescendo o ritmo de pesquisa sobre afazeres e curiosidades pelos locais que passaremos. Afinal, escolhemos sete cidades para visitar: Tóquio, Kyoto, Hiroshima, Nara, Osaka, Fujinomiya e Nagoia.

Esse roteiro foi definido para que possamos apresentar a cultura, história e as tradições do Japão. É uma forma que encontramos de ir além da cobertura dos Jogos Olímpicos (não que fosse necessário, até porque as Olimpíadas é de uma grandiosidade sem tamanho). Percorreremos mais de 900 quilômetros. Muita coisa, não é?

Vamos compartilhar o porquê de termos escolhido essas cidades e o alguns dos atrativos que cada uma delas têm. Lembrando que nossa largada será em Tóquio (após passar por uma escala de 14 horas em Dubai, nos Emirados Árabes). Veja só nosso roteiro:

Hiroshima
Hiroshima foi a primeira cidade marcada pelo terror da bomba atômica. Foi lá, em agosto de 1945, que a “Little Boy” caiu e causou o impacto que pôs fim na Segunda Grande Guerra. Nessa cidade, é claro, visitaremos o memorial da bomba, lembraremos esse pedaço tão importante da história mundial e ainda contaremos como foi a vida pós bombardeio.

Osaka
Esse será para nós uma cidade ponte. Ela nos conectará com outras cidades como Nagoia e Kyoto. Osaka é terceira maior cidade do Japão e tem uma população de 2,6 milhões – um pouco maior do que Belo Horizonte. A vantagem de Osaka, além de nos conectar à outras cidades, é que é uma cidade cheia de afazeres e com uma vida noturna vasta. Restaurantes, museus e grandes prédios entram no seguimento turístico. Isso sem falar no Áquario de Osaka, que é um dos maiores do mundo e tem mais 1,5 mil espécies de animais marinhos.


Ver essa foto no Instagram

Osaka será para nós uma cidade ponte. Ela nos conectará com outras cidades como Nagoia e Kyoto. Osaka é terceira maior cidade do Japão e tem uma população de 2,6 milhões – um pouco maior do que Belo Horizonte. A vantagem de Osaka, além de nos conectar à outras cidades, é que é uma cidade cheia de afazeres e com uma vida noturna vasta. Restaurantes, museus e grandes prédios entram no seguimento turístico. Isso sem falar no Áquario de Osaka, que é um dos maiores do mundo e tem mais 1,5 mil espécies de animais marinhos. Quer ver o nosso roteiro? Acesse: http://bit.ly/uaijapao ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 📷: reprodução/Instagram ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ #UaiJapao #Osaka #Japan

Uma publicação compartilhada por UAI, Japão (@uaijapao) em

Kyoto
Ah, Kyoto, é, talvez, o grande ponto dessa viagem!Os templos, os jardins de bambus, os toris, os palácios, os mercados, é tanta coisa para assistir. Kyoto é reconhecida como a cidade mais cultural do Japão e estar nesse entorno com certeza será incrível. Dizem que ainda existem gueixas de verdade em Kyoto e que a comida segue os padrões milenares que tanto fazem sucesso mundo à fora. Estar Kyoto (para mim, o autor) será um sonho de criança

Nagoia
Nagoia é outra cidade extremamente grande, a quarta maior do Japão. Por falar em grandeza, é em Nagoia que fica a maior estação de trem do mundo. Outro ponto turístico é a Torre de TV, um local que casais vão namorar e solteiros vão para pedir o amor da vida. Também não podemos esquecer que Nagoia e um acesso importante para todo o Japão por estar bem centralizada.

Fujinomiya
Essa é a cidade que fica aos pés do Monte Fuji, o maior cartão postal do Japão. É uma região com campos enormes, jardins de cerejeiras, lagos, rios e com animais silvestres. Basicamente é um refúgio no grande emaranhado de concreto deste país. Para nós será um momento de repouso e a melhor oportunidade para visitar o Monte Fuji.

Nara
Nara foi a primeira capital do Japão. Imaginem quanta história essa cidade tem para contar?! Além de tudo, Nara é uma cidade muito agradável e bastante tradicional. Uma curiosidade que nos cativou foi que os cervos são animais sagrados e ficam zanzando pelos parques. Todos acessíveis ao carinho dos humanos. Será para nós uma linda oportunidade de literalmente abraças esses animais.

Tóquio
Já contamos que começaremos nossa ventura por Tóquio, não é? Essa é uma cidade com tanta coisa para fazer que é até difícil descrever em uma breve nota. Vamos deixá-los curiosos e, por enquanto, contar apenas da nossa cobertura dos Jogos Olímpicos de 2020. #SóVemJapão

Ícaro Ambrósio
Vou vivendo como sou e vou sendo como posso: jornalista e diretor do site O Contorno de BH.

Deixe uma resposta

Top