Foto: J. Abrahão et al./Nat. Commun

 

Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) descobriram na Lagoa da Pampulha um vírus diferente de todos os já catalogados.  O organismo foi batizado de Yaravírus em homenagem a sereia Iara, mãe da água.

Um dos responsáveis pela descoberta é o professor Jônatas Abraháo. Ele esclarece que o vírus infecta apenas amebas, humanos não, e foi encontrado numa amostra de água coletada na lagoa em 2017. A pesquisa chegou a estudar sequências genéticas de outros organismos em bancos e dados até chegar a conclusão de que esse é um organismo inédito.

Considerado um organismo pequeno, o Yaravírus mede entre 50 e 80 nanômetros. Isso equivale há um milionésimo de um milímetro. Esse vírus mede 50 vezes menos o tamanho do Tupanvírus, que é considerado o maior vírus do mundo. Uma curiosidade é que também foi o professor Jônatas Abraháo quem descobriu o Tupanvírus, em 2018.

%d blogueiros gostam disto: