Foto: divulgação/Expominas

 

Durante uma coletiva de imprensa, o governador Romeu Zema anunciou que o Expominas será transformado em um em hospital de campanha para servir como alternativa no combate ao novo coronavírus no estado.  Um dos galpões do espaço, que mede em torno 18 mil m², irá dispor de 800 leitos para atendimento.

“O Expominas está com suas atividades interrompidas, e temos lá hoje um ótimo galpão, um deles, de 18 mil m², piso em bom estado, climatizado, um pé-direito alto. Estaremos usando esse galpão para colocarmos ali um hospital com 800 leitos e outros 100 de alta complexidade naquele salão redondo, na parte anexa”, explicou o governador Romeu Zema.

Essa medida contribui para desafogar a demanda exorbitante que está chegando até os hospitais particulares e as unidades de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS). Hoje, o SUS opera em Minas Gerais com cerca de 2 mil leitos. Metade desses estarão vagos com o cancelamento das cirurgias eletivas, mas ainda assim pode faltar espaço para atendimento.

As medidas já estão sendo tomadas e as adaptações para tornar o Expominas um hospital de campanha já começaram. A instarão deve ficar pronta em breve. “Já está tudo pronto. Há instalações de oxigênio, de eletricidade. Basta levar os equipamentos e conectar, Isso agiliza e muito a colocação em operação de novos leitos”, afirmou Zema.

%d blogueiros gostam disto: