Todos nós já estamos carecas de saber que uma imagem vale mais que mil palavras. Agora, uma imagem também pode retratar perfeitamente bem como nos sentimos em circunstâncias de mau estar emocional.

Um trabalho do ilustrador ilustrador estadunidense Jake Parker mostra imagens que retratam doenças mentais que impactam a sociedade, passam percebidas como “loucura” e não ganham a atenção devida.  Estas imagens são do projeto #Inktober e você pode se incomodar apenas por vê-las

Acompanhe abaixo:

Insônia: distúrbio que afeta o simples ato de adormecer diariamente com alterações na indução, permanência e estrutura biológica do sono (foto: Inktuber)

Insônia: distúrbio que afeta o simples ato de adormecer diariamente com alterações na indução, permanência e estrutura biológica do sono (foto: Inktuber).

Esquizofrenia: definida como uma doença mental crônica em que uma pessoa perde o contato com a realidade  (foto: Inktuber).

Esquizofrenia: definida como uma doença mental crônica em que uma pessoa perde o contato com a realidade (foto: Inktuber).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estresse pós traumático: Ocorre devido à exposição de vítimas ou testemunhas à situações traumáticas que representam ameaça a vida de alguma forma (foto: Inktuber).

Estresse pós traumático: Ocorre devido à exposição de vítimas ou testemunhas à situações traumáticas que representam ameaça a vida de alguma forma (foto: Inktuber).

Toc: basicamente um transtorno de ansiedade caracterizado por pensamentos obsessivos e compulsivos, como atitudes exageradas relacionadas à saúde, higiene, organização, simetria, perfeição ou manias  incontroláveis (foto: Inktuber).

Toc: basicamente um transtorno de ansiedade caracterizado por pensamentos obsessivos e compulsivos, como atitudes exageradas relacionadas à saúde, higiene, organização, simetria, perfeição ou manias incontroláveis (foto: Inktuber).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bipolaridade: oscilações de humor que podem ser muito rápidas e ocorrer com frequência indeterminada (foto: Inktuber).

Bipolaridade: oscilações de humor que podem ser muito rápidas e ocorrer com frequência indeterminada (foto: Inktuber).

Personalidade dependente: manifesta por uma  excessiva dependência de outros para tomar decisões, além de baixa autoestima, medo de ficar sozinho, submissão às vontades de terceiros e dificuldade em expressar as próprias vontades e necessidades (foto: Inktuber)

Personalidade dependente: manifesta por uma excessiva dependência de outros para tomar decisões, além de baixa autoestima, medo de ficar sozinho, submissão às vontades de terceiros e dificuldade em expressar as próprias vontades e necessidades (foto: Inktuber).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fobia Social: é um transtorno de personalidade, um desconforto emocional, caracterizado por um medo ilógico de situações sociais, contraindo um medo intenso de interagir com outras pessoas (foto: Inktuber).

Fobia Social: é um transtorno de personalidade, um desconforto emocional, caracterizado por um medo ilógico de situações sociais, contraindo um medo intenso de interagir com outras pessoas (foto: Inktuber).

Depressão: um transtorno clínico acompanhado de baixa autoestima, perda de interesse em atividades variadas, indisposição e, até mesmo, dores sem causa definida (foto: Inktuber).

Depressão: um transtorno clínico acompanhado de baixa autoestima, perda de interesse em atividades variadas, indisposição e, até mesmo, dores sem causa definida (foto: Inktuber).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Personalidade Limítrofe: caraterizado por instabilidade emocional, impulsividade, baixa autoestima, insegurança, sensibilidade às críticas, incapacidade de adequar-se a limites impostos, intolerância qualquer tipo de frustração e medo de abandono (foto: Inktuber).

Personalidade Limítrofe: caraterizado por instabilidade emocional, impulsividade, baixa autoestima, insegurança, sensibilidade às críticas, incapacidade de adequar-se a limites impostos, intolerância qualquer tipo de frustração e medo de abandono (foto: Inktuber).

Autismo:  caracterizado por dificuldades na interação social, domínio da comunicação, comportamentos repetitivos e interesses intrínsecos (foto: Inktuber).

Autismo: caracterizado por dificuldades na interação social, domínio da comunicação, comportamentos repetitivos e interesses intrínsecos (foto: Inktuber).