A exposição “Das tripas Coração”, do mineiro Ataíde Miranda, é a mais nova mostra do museu Inimá de Paula, no Centro de Belo Horizonte.   No total são 27 obras do artista, entre elas estão telas com ilustrações feitas com as técnicas nanquim sobre papel e acrílica sobre telas. As peças estarão expostas entre o dia 11 de novembro e janeiro de 2017.

Esta obra é uma das que estarão expostas na "Das Tripas Coração" (foto: divulgação).

Esta obra é uma das que estarão expostas na “Das Tripas Coração” (foto: divulgação).

Transmitindo emoção e expressão em cada peça, Ataíde destaca que “Das Tripas Coração” retrata sua própria carreira. “Procuro não ter nada em mente ao iniciar minhas pinturas. Sem nenhum esboço e por meio de linhas soltas deixo ser levado pelo momento, resultando assim em obras únicas e viscerais”, complementa;

Para Lêonidas Oliveira, presidente da Fundação Municipal de Cultura e curador da exposição, Ataíde retrata através de sua obra sentimentos inerentes ao cotidiano da cidade. “Embriagada em simbolismos da cultura brasileira, com elementos urbanos e da arte mural, Ataíde Miranda vem criando obras que iluminam o cotidiano da cidade. O artista coloca nas telas sua alma, seu corpo e sua profunda paixão pelo fazer artístico. Ataíde traz a tona o colorido da diversidade de existência como anjos, andrógenos, mulheres, flores, todos elementos mutantes, profundamente ligados ás formas de vida e de morte da BH contemporânea”, afirma.

Nascido em Belo Horizonte, Ataíde Miranda é um ilustrador autodidata que se inspira em temas lúdicos, mitológicos e teatrais. Em 2010 ingressou na  faculdade para cursar Design Gráfico e foi nas aulas de História da Arte que uma professora percebeu seu dom para as artes plásticas. Além de nanquim e acrílica, o grafite é outra técnica que ele já experimentou como forma de exprimir sua arte.