Foi aprovado pela Câmara Municipal um aumento de 9,3% sobre o atual salário dos Vereadores de Belo Horizonte. A partir  de janeiro do ano que vem, os legislativos que ainda integram a Instituição passarão a a receber um pouquinho mais do que em 2016.

O valor representa R$ 1.369,29 a mais do que o subsídio recebido mensalmente por cada parlamentar atualmente. O salto no salário vai de R$ 15.066,59 para R$ 16.435,88. Para que esta medida torne legal ainda é necessária da aprovação do Prefeito Marcio Lacerda que tem o poder de veto.

E não é só os Vereadores que seriam beneficiados com a aprovação deste projeto de lei. O texto ainda consta aumento no salário do próximo prefeito de BH, o eleito Alexandre Kailil. Sobre o futuro dos salários na Câmara, nos anos de 2018, 2019 e 2020, também acontecerão aumentos. O ajuste é de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do ano anterior.

Favoráveis
Gunda (PRP)
Autair Gomes (PSC)
Bim da Ambulância (PSDB)
Bispo Fernando Luiz (PSB)
Bruno Miranda (PDT)
Coronel Piccinini (PSB)
Dr. Nilton (PROS)
Elvis Côrtes (PSD)
Gilson Reis (PCdoB)
Heleno (PSDB)
Joel Moreira Filho (PMDB)
Jorge Santos (PRB)
Léo Burguês (PSL)
Leonardo Mattos (PV)
Lúcio Bocão (PP)
Márcio Almeida (PSD)
Orlei (PTdoB)
Pelé do Vôlei (PSB)
Preto (DEM)
Ronaldo Gontijo (PPS)
Professor Wendel (PSB)
Reinaldo Gomes (PMDB)
Silvinho Rezende (PSB)
Tarcísio Caixeta (PCdoB)
Veré da Farmácia (PSDC)

Contrários
Adriano Ventura (PT)
Arnaldo Godoy (PT)
Doutor Sandro (PMDB)
Juninho Paim (PT)
Pedro Patrus (PT)
Sérgio Fernando (PV)
Vilmo Gomes (PSB)

Ausentes
Alexandre Gomes (PSB)
Daniel Nepomuceno (PPS)
Elaine Matozinhos (PTB)
Juliano Lopes (PTC)
Juninho Los Hermanos (PSDB)
Pablito (PSDB)
Valdivino (PSB)
Wellington Magalhães (PTN)