Saiu hoje a contagem oficial do número de mortos devido o grande volume que assustou Minas Gerais neste mês de dezembro. Segundo os dados da Defesa Civil, são 15 vítimas que não resistiram aos temporais e faleceram. O levantamento compreende todos os óbitos desde meados de setembro.

Apesar deste número oficial, ainda há pessoas desaparecidas no estado após as chuvas. Até o momento, 15 cidades decretaram situação de emergência em função de danos causados pelas chuvas, entre eles Belo Horizonte. Mais de 60 casas foram destruídas e 2.396 pessoas ficaram desalojadas, e outras 223 desabrigada.

A última vítima é Luiz Antônio da Silva Paiva, de 39 anos, morador de Cristina, no Sul de Minas. O homem morreu na tarde do dia 25 de dezembro ao ser atingido por um raio. Segundo parentes, Luiz estava ao lado de uma cerca elétrica no momento em que foi atingido pela descarga.