Em 2017, o e Territorial Urbano (IPTU) ficará 6,58% mais caro em Belo Horizonte. O índice corresponde a inflação entre janeiro e dezembro deste ano. O mesmo reajuste será aplicado à Taxa de Coleta de Resíduos Sólidos (TCR) e vale até para as empresas que fazem o serviço implantando medidas de redução de custos.

A TCR para quem mora onde a coleta de lixo é diária passará de R$ 548,90 para R$ 585 no ano que vem. Já no caso dos imóveis com coleta em três dias da semana, o imposto subirá de R$ 274,45 para R$ 292,50. Em caso de perda de emprego e ausência de renda, o proprietário pode pedir a remissão do pagamento do IPTU. Porém, a situação terá que ser comprovada. O desconto para quem quitar o IPTU integralmente ou mais de duas parcelas é de 7%.

Segundo a prefeitura, a previsão de arrecadação com a TCR em 2017 é cerca de R$ 7 milhões inferior à projeção dos custos para o ano.