Já que a música é uma das formas mais democráticas de expressão, o artista Thiago Delegado, amigo do idealizador do bloco “Me Beija Que Eu Sou Pagodeiro”, Matheus Brant, utilizou-se dela para responder às ameaças que o carnavalesco recebeu depois do ensaio do bloco de carnaval realizado no último domingo (22), em um estacionamento da rua Francisco Sá, no Gutierrez. O vídeo da canção satírica já foi assistido por mais de 25 mil pessoas no Facebook e, agora, poderá ser conferido também ao vivo no 4º ensaio do bloco, que será realizado na próxima quarta-feira (1º), a partir das 18h, no Mercado Distrital do Cruzeiro (rua Ouro Fino, 452, Cruzeiro).

Além do tradicional ensaio do bloco “Me Beija Que Eu Sou Pagodeiro”, que contará com músicos tocando clássicos do pagode dos anos 90, o músico Matheus Brant fará um show com participação do também músico e amigo Thiago Delegado, em que apresentarão canções autorais e outros sucessos. Nos intervalos entre os shows e ensaio, a DJ Palomita apresentará um setlist cheio de hits e misturas que animará o público.

Os ingressos têm valor de R$ 10 (primeiro lote); R$ 20 (segundo lote) e R$ 30 (terceiro lote).  Quem adquirir o ingresso antecipadamente, mas chegar depois das 20h, deverá complementar até chegar aos R$ 30.

Haverá ainda ensaios do bloco “Me Beija Que Eu Sou Pagodeiro” até o dia 15 de fevereiro. O quinto encontro será realizado no dia 5/2 (domingo), na Autêntica, às 16h. No dia 8 (quarta-feira), às 18h, os integrantes do bloco voltam a ensaiar na Escola de Samba Unidos do Samba Queixinho. No dia 12 (domingo), será realizado mais um ensaio do bloco no Mercado Distrital do Cruzeiro, e, no dia 15 (quarta-feira) haverá o último ensaio, em local ainda a ser definido.

A grande folia, porém, será realizada no dia 19 de fevereiro (domingo), com um cortejo que se concentrará às 9h na avenida Francisco Sá, 1001, com uma roda de pagode em que os músicos tocarão instrumentos típicos do estilo. Às 11h, o bloco seguirá em direção a praça Leonardo Gutierrez.

O repertório do bloco é composto por canções de pagode que marcaram a geração dos anos 90. O Me Beija Que Eu Sou Pagodeiro convida os foliões a pagodear ao som de clássicos de bandas que marcaram o ritmo como Raça Negra, Só para Contrariar – SPC, Art Popular,   Katinguelê entre outros, arranjados para bateria de escola de samba e executado em ritmo de marchinhas de carnaval e samba-reggae.