Foto: reprodução.

Foto: reprodução.

O Jornal Estadão, com sede em São Paulo, divulgou em sua coluna “Coluna do Estadão”, no dia 22 de maio, através da jornalista Juliana Braga, um furo de notícias que diz respeito ao último pagamento do juiz Paulo Antônio de Carvalho. Segundo o jornal, o valor pago pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) foi de R$ 762 mil.

Este pagamento foi efetuado por conta de seus serviços prestados ao longo do mês de abril. O jornal esclarece que do total, R$ 725 mil foram a encargo do título de ‘remuneração eventual’. O mesmo texto destaca que a juíza Adriani Freire Diniz Garcia recebeu R$ 377.465,12.

“Segundo o TJ-MG, os valores referem-se a ‘férias-prêmio’ e outros benefícios acumulados ao longo da carreira. Sobre o juiz Paulo Carvalho, diz que ele recusou promoções para não abandonar a Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac), que criou”, destacou o Estadão.