Foto: reprodução/site oficial.

A prefeitura de Sete Lagoas é o objetivo (foto: reprodução/site oficial.

No dia 02 de junho, Sete Lagoas, cidade da Região Central de Minas Gerais, irá passar por eleições extemporâneas para o cargo de prefeito e o favorito é Emílio Vasconcelos, candidato do PSB, que já alcança 35% das intenções de voto. A medida foi necessária após a cassação do mandato do prefeito Leone Maciel Fonseca (MDB), eleito em 2016.

Estes números foram revelados após uma pesquisa de opinião quantitativa realizada pelo Instituto de Pesquisa Multidados. A coleta de informações aconteceu entre 16 e 18 de maio de 2019 e foram ouvidos ao menos 600 moradores de Sete Lagoas. A margem de erro é de 3,5% pontos para mais ou para menos e o intervalo de confiança chega a 93%.

Emílio e o vice, Caio Valace, lideram a pesquisa com 9% de vantagem para o segundo colocado, Caramelo (PRB) que alcança 26% das intenções de voto. Bem mais distante aparece Ronaldo Canabrava, em terceiro, com 6%. Ainda há outros quatro candidatos que não conseguiram alcançar 5% das intenções de voto. Brancos ou nulos somam 7%. Indecisos ou não opinaram somam 16%.

Uma curiosidade é que Emílio foi o segundo colocado nas eleições municipais, em 2016, e retorna às urnas para buscar a vitória. Opositor do prefeito cassado, Emílio endossa que Sete Lagoas precisa de cuidados emergenciais como geração de emprego, saúde, educação, segurança, infraestrutura, entre outros.

“Queremos consertar os estragos que as últimas gestões causaram ao município. Sete Lagoas sofreu muito ao longo dos últimos anos. Sabemos que a situação é emergencial e que será um trabalho árduo, difícil e de providências imediatas. Se eleito, me dedicarei ao máximo para trazer de volta o valor e a dignidade que nossa cidade e nosso povo merecem. No entanto, é necessário não só buscar os recursos disponíveis no âmbito federal e estadual, mas também investimentos de empresas privadas e o retorno de investidores externos”, disserta o candidato.

A votação acontecerá no dia 2 de junho, das 8h às 17h, nos mesmos locais das eleições passadas. A diplomação dos candidatos eleitos deverá ocorrer até o dia 21 de junho. Veja a pesquisa completa neste link.