Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Para fechar as contas no fim do mês, as vezes é preciso pesquisar os preços dos produtos escolhidos e avaliar a necessidade de tais. Um exemplo é a carne que, segundo uma pesquisa realizada pelo site Mercado Mineiro, apresenta diferença de até 150% no mesmo corte de acordo como estabelecimento no qual é comprada.

Um exemplo é o da picanha. Esse corte, que é um dos favoritos do boi, está à R$ 27,99 em um açougue na região de Venda Nova, enquanto em outro da região Leste chega a custar R$ 65,95. O mesmo acontece com o quilo do pernil. Em determinado estabelecimento da região Leste o preço é de R$ 8,95 e, na mesma região, chega a R$ 19,55.

O que entende-se da pesquisa é que a variação é dada de açougue para a açougue. Apesar de que os cortes na região Centro-Sul são geralmente mais caros, enquanto na região Oeste são mais baratos. Já para quem quiser economizar sem pesquisar, a dica é optar pela carne de frango que tem o valor mais baixo entre os animais pesquisados.

Veja a pesquisa completa aqui!