Mais de 1.200 crianças e adolescentes, residentes em áreas de vulnerabilidade social, participam das Escolinhas de Esportes, ação do Esporte Esperança, programa desenvolvido pela Prefeitura de Belo Horizonte por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. As modalidades oferecidas são voleibol, futsal, futebol, handebol e basquetebol, além de jogos e brincadeiras.

Foto: Vilma Tomaz.

Foto: Vilma Tomaz.

Alunos de seis a 17 anos participam das Escolinhas em equipamentos esportivos públicos e de organizações da sociedade civil. Um desses equipamentos é a quadra do Centro de Referência de Assistência Social Novo Ouro Preto (rua Geraldina Cândida de Jesus, 92, bairro Ouro Preto), onde são realizadas aulas de vôlei e futsal às terças e quintas-feiras, das 14h às 17h. O garoto Luiz Antônio Crispim Mota, de nove anos, morador da comunidade Fazendinha, é um dos alunos da Escolinha. “As aulas me ajudam a exercitar o corpo, a ter mais velocidade nas corridas”, destaca o aluno, que faz as aulas de vôlei e futsal.

As aulas são assistidas atentamente pela faxineira Alice Cardoso Ferreira, 65, avó da aluna Amanda Rafaela Cardosos, de nove anos. “Minha neta é filha única e fica comigo enquanto os pais estão no trabalho. Em dois meses, as aulas trouxeram vários benefícios para Amanda. Melhorou a autoestima, aumentou o interesse pelas atividades escolares, controlou a compulsividade para comer e trouxe diminuição de peso”, diz, orgulhosa, a avó. Parte dos alunos da Escolinha ainda é atendida no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, executado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania.

Unidades
Barreiro: Centro Esportivo do Bairro Milionários (rua David Fonseca, 1386, bairro Milionários).

Centro-Sul: Centro de Referência de Assistência Social Santa Rita, atendimentos de alunos do Grupo de Amigos da Criança e da Escola Municipal Ulisses Guimarães (rua Tomás de Aquino, 640, bairro São Pedro); Mackenzie Esporte Clube (rua Congonhas, 400, bairro Santo Antônio).

Leste: Centro Integrado de Assistência Médica Flamengo (rua Fernão Dias, 1.147, bairro Alto Vera Cruz).

Noroeste: Quadra Professor José Americano (rua Rosinha Sigaud, 604, Caiçara); e Centro Poliesportivo Dom Bosco (rua Tapapuam, 514, Dom Bosco).

Norte: Pequeno Centro de Solidariedade Bettina (rua Iracema Souza Pinto, 5, bairro Planalto); e campo do São Bernardo, no Bairro São Bernardo.

Oeste: Centro de Referência de Assistência Social Havaí (avenida Costa do Marfim, 480, bairro Havaí); e Centro de Acolhida Betânia (rua Cipriano de Carvalho, 574 – Cinquentenário).

Pampulha: Centro de Referência de Assistência Social Novo Ouro Preto (rua Geraldina Cândida de Jesus, 92 – Bairro Novo Ouro Preto); e quadra Santa Rosa (rua Caldas da Rainha, 565, bairro São Francisco).

Venda Nova: Centro de Referência de Assistência Social Lagoa (rua José Sabino Maciel, 120, bairro Lagoa); Escola Integrada da Escola Municipal Gracy Vianna Lage (rua João Soares Leal, 23, Jd. dos Comerciários) e Escola Integrada da Escola Municipal Dora Tomisch Laender (rua Julita Nunes Lima, 53, bairro Serra Verde).