No dia 23 de junho, às 11h, na Sala Minas Gerais, a Filarmônica de Minas Gerais realiza mais uma edição dos Concertos para a Juventude. O concerto terá regência do maestro convidado Anderson Alves, um dos jovens regentes que participou de uma das dez edições do Laboratório de Regência promovido anualmente pela Orquestra. Enquanto os Concertos para a Juventude buscam promover descobertas e encontros com a música sinfônica, o Laboratório de Regência está atento ao compasso com as novas gerações de regentes.

A união dessas duas frentes educacionais da Filarmônica resultou em repertórios diversificados e abrangentes. Os Concertos para a Juventude têm entrada gratuita e seus ingressos serão distribuídos a partir do dia 18 de junho, ao meio-dia, na bilheteria da Sala Minas Gerais.

O concerto terá como tema as Formas Musicais, com as obras As bodas de Fígaro, K. 492: Abertura, de Mozart; Sinfonia nº 4 em fá menor, op. 36: Scherzo: Pizzicato ostinato, de Tchaikovsky; Dança Eslava, op. 72, nº 2 em mi menor: Allegretto grazioso, de Dvorák; Carmem: Suíte nº 1, de Bizet; Finlândia, op. 26, de Sibelius; Danças Sinfônicas, op. 64: Allegro moderato e marcato e Allegretto grazioso, de Grieg; e Fantasia para Orquestra Sinfônica, de A. Alves. Os próximos Concertos para a Juventude estão marcados para 18 de agosto (O resumo da ópera – Regência de Edson Piza), 29 de setembro (Identidades sonoras – Regência de Natalia Larangeira) e 24 de novembro (Corpo em movimento – Regência de José Soares).

Anderson Alves, regente convidado
Anderson Alves é maestro, compositor e pianista. Graduado pelo Conservatório Brasileiro de Música, foi finalista do Concurso Jovens Regentes da Sinfônica de Porto Alegre em 2011 e regeu as orquestras Sinfônica Nacional, da Universidade Federal Fluminense, Sinfônica de Heliópolis e Sinfônica de Barra Mansa. Participou do Laboratório de Regência em 2015.