O Brasil está de luto! Morre aos 88 anos, um dos maiores músicos da história brasileira. O Pai da Bossa Nova, João Gilberto, descansou em sua terra amada, o Rio de Janeiro.

A família confirmou a amigos que João passava por problemas de saúde e que precisaria fazer alguns exames. A causa da morte ainda não foi identificada e o corpo ainda passará por uma autópsia.

Seus últimos dias não foram de glória como nas décadas de 50, 60, 70, 80 e 90. Seus filhos travavam Bebel Gilberto e João Marcelo travavam uma batalha judicial por sua tutela. Recentemente, a Folha de São Paulo publicou um artigo apontando que João tinha sérios problemas financeiros e processos até o fizeram deixar uma casa no bairro Leblon, no Rio de janeiro.

Baiano de nascença e carioca de coração, João é um dos brasileiros mais aclamados da música mundial. Ele gravou discos renomados como “Chega de Saudade”, em 1958, “Getz/Gilberto”, em 1964, — que lhe rendeu um Grammy de melhor álbum  — e “O amor, o Sorriso e a Flor”, em 1960.

Foram várias as passagens de João por Belo Horizonte. Mas encontramos uma muito especial. O registro é uma gravação amadora de uma canção de Pacífico Mascarenhas, em 1959. O tempo deixou a qualidade do áudio ruim, mas o que vale é preservar a obra de João Gilberto. #DescanseEmPaz

Veja o registro em nosso Instagram: