anel-rodoviario

Foto: Google Imagens.

Ao longo do primeiro semestre de 2019, o número com pelo menos um ferido, cresceram 20%. Entre os motivos para o aumento, o destaque vai para o uso de celular ao volante e motociclistas se arriscando nos corredores em meio aos carros e caminhões.

Estes casos estão mais concentrados nos bairros Carlos Prates (região Noroeste da capital) e São Francisco (Pampulha), segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv). Uma curiosidade é que esse resultado negativo vem após dois anos com queda nos índices de acidentes com vítimas.

Em 2017, por exemplo, o recuo foi de 17%. Porém, apesar do balanço negativo, até o final de 2019 o quadro poe ser revertido. Uma medida que a Polícia Militar vem tomando para reverter o quadro é o aumento do patrulhamento e o trabalho com a conscientizar os condutores.