Foto: reprodução.

Foto: reprodução.

Uma iniciativa da  Prefeitura está contribuindo para o trabalho da Guarda Municipal. Trata-se do PBH APP, um aplicativo desenvolvido para que as secretarias municipais possam conversar diretamente com os cidadãos e ainda possa apresentar soluções e e ofertar apoio a diferentes tipos de problemas.

Um exemplo é o da Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção  que recebeu um total de 876 denúncias referentes à atuação de flanelinhas na cidade, somente no período de janeiro a de julho deste ano, adotando as providências necessárias para combater a prática ilegal. A operação já resultou na prisão de 52 pessoas, na abordagem a 501 pessoas e no registro de 35 ocorrências encaminhadas à Polícia Civil.

Esse aplicativo disponibiliza um link para que o usuário possa indicar em um mapa o ponto exato onde está ocorrendo a abordagem extorsiva contra motoristas e até enviar uma foto da cena, de maneira sigilosa e segura. A atuação de flanelinhas, também conhecidos como “tomadores de conta” de carros, pode se configurar em crimes tipificados como extorsão, constrangimento, ameaça ou até estelionato, de acordo com a situação específica.

Para o secretário municipal de Segurança e Prevenção, Genilson Zeferino, trata-se de um problema que vem sendo combatido com empenho e eficiência pela Guarda Municipal na capital. “É uma prática que afeta a ordem pública e que vinha trazendo insegurança, principalmente para aqueles que frequentam o cenário de artes, cultura e lazer. Por isso temos dado prioridade ao atendimento das denúncias recebidas via aplicativo e também adotando ações preventivas, como as operações especiais em dias de jogos e de grandes eventos na cidade”, destaca.