Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG

 

13 funcionários com cargos de confiança da subsecretaria de Inovação e Logística da Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), pediram exoneração de seus cargos na manhã de hoje. Um dos nomes na lista é o subsecretário Bruno Carlos Porto.

Segundo informações publicadas pelo Jornal O Tempo, o motivo do pedido é uma insatisfação com as medidas aplicadas pelo secretário Carlos Eduardo Amaral em sua atual gestão.  “Estamos entregando os nossos cargos diante da impossibilidade de executar práticas adequadas ao interesse da população”, explicou o subsecretário a reportagem do O Tempo.

A falta de medidas adequadas para conter uma possível epidemia do novo coronavírus em Minas Gerais e a compra desnecessária de medicamentos foram alguns dos motivos listados pelo O Tempo para atestar a insatisfação. O secretário, ainda dengo o O Tempo, recebeu a notícia com indignação.