Foto: reprodução/Instagram

 

O vereador Gabriel Azevedo (sem partido), postou em suas redes sociais uma imagem de um documento laboratorial que atesta o legislador como infectado pelo novo coronavírus. Logo em seguida, ele conta em um vídeo sobre um retrospecto dos seus últimos momentos.

“Vi esse documento agora. Essas três características são importantes para mim: caráter, coerência e coragem. Em nome da responsabilidade que um jornalista e um vereador deve ter, informo o seguinte: meu teste realizado para o coronavírus deu positivo”, escreveu o vereador uma publicação apresentando o seu teste positivo. Veja abaixo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Vi esse documento agora. Essas três características são importantes para mim: caráter, coerência e coragem. Em nome da responsabilidade que um jornalista e um vereador deve ter, informo o seguinte: meu teste realizado para o coronavirus deu positivo. Na última quinta-feira, diante do posicionamento da Organização Mundial de Saúde no dia anterior e da postura de alguns ambientes de trabalho, decidi colocar meu time do gabinete para trabalhar em suas residências. Além disso, marquei um teste para os oito integrantes da minha equipe, além dos quatro membros mais próximos da minha família. Nenhum dos testes realizados com essas pessoas deu positivo, menos o meu. Do dia em que isolei meu time até hoje, só tive contato com pessoas em duas oportunidades: num evento no Mercado Central na sexta-feira (onde estava o governador mineiro), com presença de outras pessoas com suspeita de coronavírus por se encontrarem com membros infectados da comitiva do Presidente da República, e ontem na Câmara Municipal. Nas outras movimentações, não encostei em ninguém e me mantive no meu apartamento na maior parte do tempo. Estou em quarentena desde ontem. Ouvi dos profissionais com quem conversei agora que tomei todas as medidas cabíveis e que ter agido por precaução ainda na semana passada fez toda a diferença. Podem existir pessoas contaminadas na cidade que não se testaram e isso é um risco para a nossa sociedade. Não sinto nenhum dos sintomas. Estou me sentindo como se não estivesse infectado. Seguirei trabalhando da minha biblioteca. E a maior colaboração que posso dar nesse momento é repetir o que venho dizendo desde a semana passada. Estamos diante de uma crise gravíssima e precisamos dar o exemplo. O afastamento social deveria ser uma medida imediata em âmbito nacional. Há vários outros casos diagnosticados em Belo Horizonte ainda não publicados de acordo com a informação que recebi. Não sabemos a abrangência do vírus na capital mineira. Só a quarentena nós levará a superar essa pandemia. Peço a todos: se protejam e protejam os demais. Fiquem em casa, usem álcool gel, evitem abraços e apertos de mão. Só assim vamos prevalecer. E precisamos prevalecer.

Uma publicação compartilhada por Gabriel Azevedo (@gabrielazevedo) em

Em seguida, Gabriel, em uma outra publicação em vídeo no seu instagram,  conta que ainda não apresentou nenhum sintoma ainda, apesar da confirmação. Neste vídeo, o vereador confirma que esteve com outras figuras políticas como o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, e membros da comitiva do presidente Jair Bolsonaro..

“Gravei esse vídeo a pedido de médicos com quem estou falando. Não apresento nenhum sintoma. Nenhum! As pessoas da minha equipe e da minha família (que tiveram contato comigo) também se examinaram e os resultados foram negativos. O único resultado positivo foi o meu. Realizei o teste no fim de semana. O último evento do qual participei me encostando nas pessoas foi na sexta-feira, 13 de março de 2020, no Mercado Central, onde estavam alguns indivíduos, incluído o governador mineiro, que tiveram contato com gente que estava na comitiva do Presidente Jair Bolsonaro se identificaram como portadores do coronavírus”, escreveu na publicação do vídeo. Veja abaixo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Gravei esse vídeo a pedido de médicos com quem estou falando. Não apresento nenhum sintoma. Nenhum! As pessoas da minha equipe e da minha família (que tiveram contato comigo) também se examinaram e os resultados foram negativos. O único resultado positivo foi o meu. Realizei o teste no fim de semana. O último evento do qual participei me encostando nas pessoas foi na sexta-feira, 13 de março de 2020, no Mercado Central, onde estavam alguns indivíduos, incluído o governador mineiro, que tiveram contato com gente que estava na comitiva do Presidente Jair Bolsonaro se identificaram como portadores do coronavírus. É importante fazer esse alerta. É fundamental conter essa crise. Seguirei exercendo o mandato de vereador da minha biblioteca de maneira remota com minha equipe que segue trabalhando a partir de suas residências. A Câmara Municipal de Belo Horizonte foi fechada em quarentena. Se cuidem. Cuidemos uns dos outros. Fiquemos reclusos. Na democracia todas as vidas importam.

Uma publicação compartilhada por Gabriel Azevedo (@gabrielazevedo) em