Foto: reprodução/Twitter

 

Num cenário de crescimento desenfreado do coronavírus em Belo Horizonte e em todo estado de Minas Gerais, o prefeito Alexandre Kalil recorreu ao Exército Brasileiro com um pedido de ajuda.O desejo de Kalil é que sejam disponibilizados51 militares da área de saúde para atendimentos na capital mineira.

Na lista estão médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e outros para um período de 30 dias – que ainda poderá ser prorrogado ao final. A ideia é que os militares somem forças ao funcionalismo municipal nas unidades de saúde públicas da cidade. Em especial nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) e hospitais da rede municipal.

Até o momento, segundo a SES-MG, foram notificados 2.273 casos de infecção humana pelo Covid-19 em Minas Gerais. Destes casos, 104 foram descartados, 2.140 estão em investigação como suspeitos e 29 casos foram confirmados. Belo Horizonte lidera a lista de municípios mineiros com mais casos confirmados, somando 18 pacientes.