Foto: PBH

 

O Córrego do Leitão, que tem sua maior totalidade na região Centro-Sul de Belo Horizonte, foi um dos intensamente afetados com a sobrecarga de água da chuva em janeiro deste ano. O córrego chegou a transbordar e a causar enchentes violentas a ponto de destruir o asfalto no seu entorno.

Após a situação ter sido contornada, a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) abriu uma licitação para a execução de obras e serviços de recuperação estrutural das paredes, das lajes de pisos e do teto da galeria do rio. O objetivo da obra é fazer uma manutenção corretiva da galeria, que passa sob a avenida Prudente de Moraes, na região Centro-Sul da cidade.

O valor orçado para a execução do serviço é de aproximadamente R$ 13,9 milhões. O prazo de execução da obra é de 730 dias a partir da primeira ordem de serviço. As empresas interessadas devem apresentar as propostas até 7 de julho, conforme as especificações do edital.  Todo o processo licitatório, assim como o edital, anexos e projetos estão disponíveis para consulta neste link, em Licitações e Editais.

Com aproximadamente 4.332 metros de extensão, a galeria do Córrego do Leitão está localizada no trecho a jusante da barragem Santa Lúcia, na rua João Junqueira, e entra na avenida Prudente de Morais até a avenida do Contorno. Segue pelas ruas Marília de Dirceu, Curitiba, Bárbara Heliodora até o cruzamento com a avenida Alvarenga Peixoto. A galeria passa ainda pela rua São Paulo até o cruzamento com a avenida Augusto de Lima, seguindo pela rua Padre Belchior, avenida Amazonas, rua dos Tupis até a avenida Bias Fortes; rua Mato Grosso até o lançamento no Ribeirão Arrudas.