Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG

 

Em uma coletiva, o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral também atualizou a situação do Hospital de Campanha do Expominas, em Belo Horizonte. Segundo o secretário, o complexo será aberto antes do dia 15 de julho, data em que está programado o pico de contaminação de casos no Estado.

Com 768 leitos, sendo 740 de enfermaria e outros 28 de estabilização, a estrutura tem condições de funcionar, de imediato, utilizando todos os recursos próprios do Governo do Estado, assim que houver necessidade de receber pacientes. “A ideia é que esses leitos deem suporte à capacidade de operação na Rede Fhemig, uma vez que neste momento, nós ainda temos mais de 2 mil leitos de enfermaria disponíveis no estado”, explica Amaral.

Atualmente, são 733 pacientes internados em leitos de UTI, em decorrência da covid-19, ou por suspeita da doença, e a taxa de ocupação está em 22,58%. Em relação aos leitos de enfermaria, são 1.562 pessoas internadas em decorrência da covid-19, ou por suspeita da doença e a taxa de ocupação está em 7,98%. A taxa de ocupação geral de leitos de UTI está em 68,24% e de leitos clínicos está em 70.79%.