Foto: divulgação


Morreu, em Belo Horizonte, mais uma das vítimas por intoxicação por dietilenoglicol, substância tóxica encontrada em alguns dos lotes da cerveja belorizontina, da cervejaria Backer. Após confirmação do falecimento. Chegou a 10 o número de pessoas que perderam a vida após consumirem a bebida.

A vítima é Marco Aurélio Gonçalves Cotta. Aos  65 anos, consumiu a cerveja em dezembro de 2019 e foi internado em um hospital particular da capital da capital mineira, onde passou os últimos 6 meses de vida. Em cima há cerca de 60 dias, o paciente não resistiu e veio a óbito no último sábado (18/07).

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que o corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico-Legal). Na instituição, passará por perícia. Até o momento desta apuração (com informações da Agência Minas), a cervejaria Backer ainda não havia se pronunciado quanto ao caso. A família da vítima também não comentou a respeito.