Foto: Ruhan Carlos Botelho

 

A batalha entre a Prefeitura de Belo Horizonte e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) terminou com mais uma vitória para a PBH. O desembargador Gilson Soares Lemes, suspendeu a decisão liminar que autorizava a reabertura de bares, restaurantes e lanchonetes em Belo Horizonte, durante a pandemia do novo coronavírus.

O recurso foi apresentado pela prefeitura de BH, que alegou necessidade de conter o avanço do novo coronavírus. A petição foi feita após a Abrasel conseguir declinar com o decreto assinado em abril no qual obriga o fechamento dos estabelecimentos na capital. O juiz entendeu “tirania” por parte do prefeito Alexandre Kalil ao tomar a decisão, o que o levou a decretar a reabertura.

Enquanto isso, a prefeitura apresentou um em boletim que o número de infectados em BH segue em patamar elevado. Conforme o registro, Belo Horizonte tem 14.634 casos de COVID-19 confirmados até o momento. Outras 417 pacientes acabaram perdendo a vida para a doença.