Foto: divulgação

 

O Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, recebeu novamente um voo cargueiro com cerca de 3,3 milhões de doses de vacinas fabricadas pela farmacêutica GSK contra a meningite C. Todo o material foi destinado à Fundação Ezequiel Dias (Funed) para que seja disponibilizado para o Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

A operação cargueira foi realizada pela Cargolux, em um Boeing 747-400.O voo partiu de Luxemburgo e chegou ao aeroporto às 4h30.Trata-se de mais um esforço conjunto entre os setores público e privado para garantir o abastecimento de vacinas à população brasileira, de maneira que não haja ruptura no calendário de cobertura vacinal no país neste momento de pandemia.

“Neste momento de pandemia da Covid-19, receber esse voo cargueiro é um esforço relevante para garantir o fornecimento da vacina e demonstra como o modal aéreo é essencial para garantir a segurança no transporte de cargas, sobretudo deste segmento. O aeroporto reforça seu compromisso em contribuir com o transporte de recursos relacionados às ciências da vida e está à disposição para oferecer sempre soluções logísticas integradas a seus clientes”, afirma Rafael Laranjeira, gestor Executivo de Soluções Logísticas da BH Airport.

Aeroporto é certificado pela Anvisa
O Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte foi reconhecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por atender as Boas Práticas de Armazenagem, conforme diretrizes da Resolução 346/02. A certificação comprova que o Terminal de Cargas cumpre todos os requisitos para receber cargas sujeitas ao controle da instituição, sobretudo no atual momento de pandemia do coronavírus. A certificação reforça a estratégia do aeroporto em oferecer serviços de qualidade com eficiência e atendimento customizado por meio de soluções logísticas integradas para o mercado.

Veja mais imagens da carga em nosso Instagram: