Foto: Ruhan Carlos Botelho

 

Um levantamento feio pela prefeitura de Belo Horizonte identificou que o novo coronavírus já chegou em, ao menos, 387 dos 487 bairros da capital mineira, deixando de fora apenas 100 bairros de fora. Quanto ao número de mortes, não há uma estatística que certifica onde estão presentes.

Já de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG), em seu último boletim, divulgado na manha desta quinta-feira (20/8), Belo Horizonte 28.836 casos confirmados de Covid-19. O número de óbitos registrados é de 854.

Entre os bairros, o Alto Vera Cruz é o que concentra a maior parte dos diagnósticos confirmados, cerca de 80.  Em seguida aparece Mantiqueira, Cabana do Pai Tomás, Lindéia, Piratininga e Boa vista. Todos são bairros periféricos. Alguns bairros apresentam registrados apenas um caso. Como por exemplo em Belém, Biquinhas, Boa Esperança, Boa União e Canaã.

Pensando nas regiões, o vírus está presente em todas: Centro-Sul, Nordeste, Noroeste, Leste, Oeste, Pampulha, Barreiro, Venda Nova e Norte. Pela pesquisa, é possível observar que o alastramento do vírus está mais frequente em bairros com menor expressividade financeira.