Foto: Agência Nitro

 

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, segue em busca de uma retomada gradativa e segura para todos, o que reflete na movimentação de pessoas e aeronaves. Em outubro são esperados cerca de 410 mil passageiros, crescimento de 35% na comparação com setembro. Já o número de voos deverá chegar a 3.400, alta de 30% em relação ao mês passado.

No terminal são colocadas em prática todas as orientações das autoridades de saúde e da Agência de Aviação Civil (Anac) para que as pessoas se sintam seguras para circular pelo aeroporto, bem como para voar. Para assegurar a segurança e o conforto dos passageiros, a partir do dia 9 de outubro, quatro portões de embarque (19, 20, 21 e 22), localizados no terminal 2, serão reabertos.

Conforme Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport, o aeroporto segue preparado para receber os passageiros com toda a segurança necessária. Ele frisa que a aviação é o meio de transporte mais higiênico, rápido e seguro que existe. No entanto, as pessoas precisam fazer a sua parte e seguir as recomendações dos órgãos de saúde, sobretudo no que diz respeito ao distanciamento social e higienização das mãos.

“Estamos focados em tomar todas as medidas necessárias para combater e prevenir a Covid-19. Isso se reflete em mais confiança das pessoas e no aumento da demanda por voos. Mais uma vez, teremos aumento do fluxo ao longo de outubro e a nossa expectativa é seguir ampliando esse número para que a movimentação posso voltar a patamares anteriores ao coronavírus”, ressalta.

Antes da pandemia, cerca de 30 mil pessoas circulavam diariamente pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte e em torno de 300 voos eram operados por dia entre pousos e decolagens. Eram oferecidos voos para 45 destinos, sendo cinco internacionais (Orlando, Fort Lauderdale, Buenos Aires, Panamá e Portugal).

Em outubro, o aeroporto terá, em média, 13 mil passageiros por dia e em torno de 120 operações diárias, passando a contar com 26 destinos com a adição de Florianópolis (SC) e Vitoria da Conquista (BA). Eles se juntam aos outros 24 destinos já existentes: Barreiras (BA), Carajás (PA) e Fortaleza (CE), Curitiba (PR), Governador Valadares (MG), Goiânia (GO), Ilhéus (BA), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Congonhas (SP), Guarulhos (SP), Montes Claros (MG), Santos Dumont (RJ), São Luis (MA), Uberlândia (MG), Campinas (SP), Vitoria (VIX), Belém (PA), Porto Seguro (BA), Recife (PE), Salvador (BA), Galeão (RJ) e o internacional Lisboa (Portugal).