A expectativa da CDL/BH é que o Dia das Criança tenha injetado um montante de R$ 2,15 bilhões na economia da capital. Apesar da quantia ser significativa, ainda considerado o fato das baixas causadas pela pandemia, especialistas acreditam que haverá uma baixa no número de vendas de 4,64% em relação ao mesmo período do ano passado.

Nada de otimismo por parte da CDL/BH. “Mas estamos prevendo queda de 4,64% nas vendas no mês de outubro de 2020 em relação ao mesmo período do ano passado”, esclarece o presidente em exercício da CDL/BH, José Angelo de Melo.

Em pesquisa com os lojistas, realizada entre os dias 24 de setembro a 5 de outubro, 50,8% esperam que as vendas seja melhores em relação ao ano de 2019 (47,7%) ou muito melhores (3%). Contudo, 22% dos lojistas acreditam que será pior, em função da pandemia e do cenário macroeconômico adverso com alta taxa de desemprego e de queda na renda.

Em relação às estratégias comerciais para atrair clientes nessa pandemia, os lojistas revelaram que estão investindo na divulgação dos produtos (83,3%), realizando promoções (46,2%), flexibilizando ou facilitando o pagamento (39,4%) e vendendo on-line com a ajuda das mídias sociais (34,8).