Foto: divulgação

 

No dia 18 de novembro a exposição Luz das Estrelas, da artista Patrícia Krug, será o cenário para lançar o Projeto LEGISL’ARTE. Com assinatura de Marcellus Ferreira Pinto e Juliana da Silva Lacerda, o projeto inspirado na trajetória da artista mineira pretende debater e sugerir projetos de lei que possam melhorar as condições de vida de portadores de doenças raras ou não identificadas.

Legislar para criar comportamento que se traduz em inclusão é um dos propósitos de vida do advogado Marcellus Ferreira Pinto, desde muito tempo, destacando-se as propostas tornadas leis no Brasil a partir do trabalho realizado no Instituto Teotônio Vilela. Com atuação ampla e reconhecida em sua carreira profissional, ele alia este projeto sociojurídico ao campo cultural, gerando oportunidades de diálogo no campo das políticas públicas entre o Estado e os destinatários dos direitos. Para Marcellus, “em uma sociedade excludente e cada vez mais distanciada, a arte ilumina os caminhos do reencontro e a lei assegura o caminhar”

Patrícia Krug descobriu na pintura uma forma de aliviar o sofrimento causado por doença crônica e foi capaz de construir uma carreira com reconhecimento internacional, mostrando imagens com grande aceitação e identificação do público. Sua arte fez com que ela sempre estivesse aliada às causas sociais que representam os direitos de quem sofre com doenças que transtornam a vida e retiram do cotidiano condições de equilíbrio físico, mental e emocional, assim como com as linhas terapêuticas que buscam amparar pessoas que sofrem convivendo com diagnósticos complicados e tratamentos inexistentes ou inacessíveis. Inspirada nessa história, surge a criação de uma série de produtos e está se tornando a marca PK. Parte do resultado da comercialização dos produtos será revertida para o Projeto LEGISL’ARTE.

A exposição Luz das Estrelas acontece na sede da Advocacia Geral da União de Minas Gerais mostrando grande parte do acervo de Patrícia Krug, imagens que representam fases diversas do trabalho da artista, com curadoria do Instituto Yara Tupynambá e LEGISL’ARTE. O evento é dirigido a um público especial, reunindo em torno de 30 convidados da área jurídica, governamental, empresários e pessoas vinculadas a projetos sociais e culturais. Já estão confirmadas as presenças do governador do estado de Minas Gerais, Romeu Zema Neto e do Secretário de Cultura e Turismo Leônidas Oliveira, entre outras.