Foto: Wend-Fernandes

 

Novembro é marcado pelo Dia da Consciência Negra. Um dos eventos relacionados à data, em BH, é o Prêmio Zumbi da Cultura – Cia Baobá Minas, que celebra 11 anos de existência, será realizado nos dias 19, 20 e 27/11 em Belo Horizonte. No dia 19/11 às 18h:  Live –  Celebrando os 11 anos do Prêmio Zumbi de Cultura – Cia Baobá Minas, no canal do Youtube MM Gerdau. No dia 20/11, Live: Cia Baobá Minas e Premiados 2020 – Reflexão, Festejo e Coragem no XI Prêmio Zumbi de Cultura no canal do Youtube da Cia Baobá Minas.

No dia 27/11 às 19h no Teatro Sesiminas acontecerá XI Prêmio Zumbi de Cultura – Cia Baobá Minas, homenageando os premiados 2020 e recebendo shows: Fabinho do Terreiro, Cia. Baobá Minas, Negras Autoras e Djonga. O músico Djonga também será premiado na categoria: Destaque homem negro. Também terá transmissão no canal youtube da Cia Baobá Minas. Este ano as atividades do XI Prêmio Zumbi de Cultura – Cia Baobá Minas será presencial e online.

A premiação é distribuída em 14 categorias: teatro, atuação política, dança, personalidade negra, manifestação cultural, música, menção honrosa, literatura, religiosidade e protagonismo juvenil.  Foram criadas para a comunidade: resistência LGBTQ+, representatividade mirim e artes visuais.  As duas categorias surpresas a serem anunciadas para comunidade no dia da premiação 27/11 às 19h no Teatro Sesiminas, são as categorias: destaque Homem negro e Mulher negra.

No XI Prêmio Zumbi de Cultura a programação está composta por: rodas de conversas sobre temáticas que envolvem a posição do negro na sociedade brasileira, passando por história, educação, racismo, ações afirmativas e cultura; Apresentações de grupos culturais que representam a arte negra; homenagem e premiação as pessoas que contribuem para a preservação da cultura afro-brasileira em Belo Horizonte e Minas Gerais.

O projeto é idealizado por Júnia Bertolino, da Cia Baobá Minas, e o prêmio é confeccionado pelo artista plástico Jorge dos Anjos. Realizado desde 2010, através de parcerias com grupos culturais da cidade, com o apoio do Teatro SESIMINAS e MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal. Fundação Municipal de Cultura e Secretaria Municipal de Cultura, Embaixada da França no Brasil e Incentivo do fundo do edital FEC 04/2019 – Culturas Populares da SECULT.