Foto; reprodução/WhatsApp

 

Dois bares de Belo Horizonte foram interditados na madrugada deste sábado (21/11) pela Fiscalização de Controle Urbanístico e Ambiental, com apoio da Guarda Civil Municipal. O motivo foi porque ambos estabelecimentos descumpriram os protocolos de funcionamento estabelecidos durante a pandemia do novo coronavírus e provocavam aglomerações fora do horário previsto para o funcionamento conforme decreto municipal.

A primeira interdição ocorreu no bar “1.000 graus”, na Avenida Bias Fortes, próximo à Praça Raul Soares, no Centro de BH pouco depois da meia noite. O local estava funcionando, segundo a Guarda Municipal, sem respeito ao distanciamento social,  com frequentadores sem ouso de máscaras e ainda sem o uso correto de mesas e cadeiras conforme determinado pela prefeitura.

Já a segunda interdição aconteceu no “Maholo Bar”, no Bairro União, Região Nordeste da capital, por volta de 2h. As informações são de que a casa não respeitava o Alvará de Localização e Funcionamento, que autoriza apenas o uso do local como estacionamento e casa de festas. Isso porque o local estava funcionando como bar e casa de shows, com música ao vivo e cerca de 100 pessoas frequentando no momento. Muitas delas sem o uso adequado de máscara.