Foto: Governo de Minas Gerais

 

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), confirmou que o estado está fazendo a “lição de casa” para trabalhar a distribuição da vacina contra a Covid-19 assim que o medicamento estiver disponível para os 853 municípios mineiros.

Zema anunciou o plano de contingência para a vacinação, e confirmou que realizou a aquisição de quase 50 milhões de agulhas e seringas, destas, 7,5 milhões já estão em Minas Gerais. O governador também comemorou a compra de mais de 700 câmaras frigoríficas que deverão ser utilizadas para o armazenamento das vacinas.

Finalizando, Zema ainda contou que a Secretaria de Estado de Saúde (SES) tem trabalhado há meses para viabilizar a logística de distribuição das vacinas e que este trabalho será feita pela Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. Esclarecendo uma dúvida quanto o fornecimento, o governador contou que o programa de imunização é uma questão federal, portanto a compra das vacinas será feita pelo Ministério da Saúde, mas que Minas Gerais tem acompanhado a questão.