Foto: UFMG

 

O Diário Oficial da União publicou, nesta quarta-feira (2/12), uma portaria do Ministério da Educação (MEC), que determina que instituições federais de ensino superior voltem às aulas presenciais, a partir de 4 de janeiro de 2021. Para isso, as escolas devem adotar um “protocolo de biossegurança”, definido na Portaria MEC nº 572, de 1º de julho de 2020, contra a propagação do novo coronavírus (covid-19).

Este sistema será adotado em todo Brasil mesmo sem a vacinação em massa contra a Covid-19. O documento ainda estabelece ainda a adoção de recursos educacionais digitais que envolvem tecnologias de informação e comunicação, e outros meios convencionais a fim da utilização “de forma complementar, em caráter excepcional, para integralização da carga horária das atividades pedagógicas”.

É bom lembrar que a portaria desta quarta-feira se refere apenas às instituições federais de ensino. As redes públicas estaduais e municipais ainda seguem sem definição sobre o tema. Nem o governo de Minas Gerais quanto a PBH se posicionaram com certeza sobre a volta às aulas até o momento. Portanto, em Belo Horizonte, apenas a Universidade Federal de Minas Gerais segue com essa método.