O rapper Djonga está sendo vítima de ataques pelas redes sociais e tem recebido ameaças após após polêmica envolvendo aglomeração. A onda começou em seguida a iniciativa do cantor de realizar uma apresentação presencial no Rio de Janeiro no sábado (5/12), em meio ao aumento dos casos de Covid-19 e de ocupação de leitos de hospitais no Brasil, com o nome do artista chegando aos assuntos mais comentados do Twitter.

Djonga usou sua conta de Instagram para expor uma postagem de um seguidor no Twitter na qual relata o autor do post estar na porta da casa do músico e prestes a fazer uma “atrocidade”. Em seu story, o cantor ainda chega a brincar que não está em casa após perceber a interação maliciosa se seu seguidor. Não há informações se Djonga optou ou não por fazer um boletim de ocorrência.

“Eu não sei mexer no Twitter, só falo m***a, só ouço m***a lá”, disse Djonga em stories publicados no Instagram após excluir sua conta no Twitter. “Não é tirando não, todo mundo que falou comigo, ouvi muita coisa daora, tem muita gente falando os seus pontos, seus argumentos de um jeito daora, falando o que acha, o que acredita”, desabafou pelo Instagram.

Após a sequência de críticas, Djonga usou seu Twitter para esclarecer o que o motivou a realizar o show e deletou sua conta na rede social em seguida. “O show foi pra galera que só trabalha e se f… e está exposta a um milhão de merda o tempo todo, e que não teve o direito de parar. Acho estranho a favela só poder se f… e não poder curtir”, escreveu.