Foto: Agência Brasil

 

Marcelo Álvaro Antônio, ex-ministro do turismo, foi demitido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no início da tarde desta quarta-feira (09/10). Ele foi informado da decisão durante uma reunião no Palácio do Planalto.

Com a demissão, Marcelo deve retornar para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais e reassumir seu cargo de deputado federal. A decisão de Bolsonaro já era prevista pelo ministro, que sentia ameaçado pelo Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, responsável pela articulação política do Palácio do Planalto.

De acordo com a revista Veja, o ex-ministro sou um grupo de WhatsApp com todos os ministros do governo para atacar Ramos dizendo que o secretário estava conspirando com o presidente para tira-lo do cargo. A confirmação da demissão veio na tarde de hoje.