Foto: divulgação

 

A Prefeitura de Belo Horizonte fechou acordo com o Instituto Butantan, em São Paulo, para garantir a imunização da população do município contra a Covid-19 tão logo a vacina Coronavac, em desenvolvimento no Instituto, seja aprovada. Em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte também já tem à disposição três super-freezers para armazenar a vacina da Pfizer, caso necessário.

A Prefeitura de Belo Horizonte reafirma a expectativa de poder contar com o Programa Nacional de Imunização, coordenado pelo Ministério da Saúde, independentemente de qual vacina seja aprovada. No entanto, caso as vacinas do Butantan ou da Pfizer estejam disponíveis primeiro, a Prefeitura conta com as parcerias para iniciar a imunização dos grupos de risco o quanto antes.

A vacinação obedecerá critérios de prioridade determinados pela Secretaria Municipal de Saúde e mais detalhes serão comunicados oportunamente. Ainda não há uma previsão para quando a primeira remessa do medicamento chegará à capital e nem quando será iniciado o processo de vacinação.