O prefeito Alexandre Kalil (PSD) irá optar por fechar o comércio em Belo Horizonte. A decisão veio após reunião do Comitê de Enfrentamento da Covid-19 em Belo Horizonte, na tarde desta quarta-feira (6/1) e já será realidade a partir de segunda-feira, dia 11.

Na reunião, ficou decidido que apenas serviços essenciais poderão funcionar na capital mineira. Este decreto será publicado na próxima sexta-feira (8/1). O documento irá detalhar que serão adotadas para conter a transmissão da Covid-19 e como será dado as punições para quem desrespeitar.

Hoje, após as festas de final de ano, Belo Horizonte tem uma crescente de casos alta. Para se ter ideia, a taxa de transmissão do coronavírus aproxima do índice vermelho, enquanto a ocupação de leitos de UTI para Covid-19 atingiu patamar recorde, de 86,1%.