Foto: Ruhan Carlos Botelho

Nem mesmo a chuva que atinge Belo Horizonte neste sábado (9/1) foi suficiente para evitar que as pessoas saíssem de casa.No último dia antes que o comércio da capital seja fechado outra vez, multidões foram a lojas para fazer compras, frequentar bares e afins.

Não eram nem 9h e o Barro Preto, polo da moda em Belo Horizonte, na região Centro-Sul, estava lotado de compradores. AS lojas de tecido e de roupas por atacado apresentaram até mesmo filas na porta para que os consumidores pudesse acessar o espaço interno e vissem os produtos.

Nos shoppings, a situação não foi diferente. Muitos consumidores estiveram em lojas de departamento. As dos caixas das lojas Americanas, unidade do Shopping Cidade, ultrpassavam o perímetro estipulado e chegou até aos corredores de doces e chocolates.

Não foi diferente em shoppings populares, como o UAI e o Oiapoque. Nestes, os consumidores até não precisavam de esperar para entrar, mas dentro do estabelecimento, muita aglomeração e lotação nos arredores do boxes. Porém sacolas cheias saíram das lojas.

É claro que a combinação de multidões nas ruas e chuva surtiu reflexo sobre o trânsito. Os principais corredores de BH tiveram transito carregado e congestionamento. Como na na saída do Barro Preto para a região Oeste, pelo elevado Castelo Branco.