A exemplo do que ocorreu em janeiro de 2020, a avenida Tereza Cristina ficou alagada na altura do bairro Betânia, na região Oestte de Belo Horizonte. Conforme informações compartilhadas pela Defesa Civil municipal, o ribeirão Arrugas e o córrego Ferrugem chegaram a transbordar.

Ainda segundo a Defesa Civil, alguns dos trechos da avenida precisaram ser bloqueados em ambas vias de forma preventiva para evitar acidentes. Mesmo assim, moradores dos arredores flagraram carros inundados e sendo arrastados pela correnteza da água que transbordou.

Além do Arrudas e do Ferrugem, desta vez na Pampulha, o córrego Ressaca também transbordou. Na altura da avenida Héraclito Mourão de Miranda, equipes da Defesa Civil tiveram precisaram intervir no trânsito local por certa de 30 minutos, até que o volume da água do córrego abaixasse.