Foto: Beliza Cardoso

 

Após a prefeitura de Belo Horizonte conseguir caçar a liminar que ordenava a reabertura do comércio no dia 29 de fevereiro, a Justiça de Minas Gerais voltou com uma nova decisão quanto o caso. Conforme determinação do juiz Wauner Batista Ferreira Machado, os estabelecimentos poderão reabrir a partir do próximo dia 4 de fevereiro.

“Qual é a diferença sobre as possibilidades de contaminação entre as pessoas que frequentam um ‘comércio e administração de valores imobiliários’ de outras que frequentam um comércio comum? Ou, qual a razão de se impedir o funcionamento de um botequim de corredor, devido ao seu espaço exíguo, de outro com cetenas ou milhares de metros quadrados?”, escreveu o juiz na decisão.

Essa foi a segunda vez em menos de uma semana que esse mesmo juiz decidiu pela reabertura do comércio. Anteriormente, em 18 de janeiro, ele decidiu para a reabertura no dia 29, mas a juiza Áurea Brasil derrubou a decisão em 2ª instância por considerar que “a aglomeração e a redução do isolamento social provocado pela reabertura do comércio poderia causar um aumento ainda maior dos casos de Covid no Município, que vive, atualmente, a pior fase da pandemia”.